terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Beijo Gay em novelas, um ato próximo ou distante de acontecer?

Há quem diga que esse tipo de ação em emissoras de televisão abertas esteja mais perto do que imaginamos, os chamados ativistas que em prol da ABLGT, lutam pelo fim das discriminações sexuais e, atualmente, visibilizam esse “descaso” da mídia como uma atitude totalmente preconceituosa.

A TV brasileira sempre demonstrou a homossexualidade de uma maneira um tanto quanto retórica e “destorcida”, sempre restringindo a ‘comunidade gay’ em programas de comédias, de notícias criminais ou mesmo religiosos; o que expressa desestima com o público homossexual, por não presenciarem afetividade entre os personagens gays, principalmente, nas novelas; já que nos cinemas tanto internacionais quanto nacionais, personagens gays já protagonizaram cenas de beijos e carinho.

Considera-se que não mostrar tais cenas na televisão é falta de coragem e ousadia dos autores responsáveis pelas telematurgias, por encararem o beijo gay como uma afronta à sociedade e não como uma demonstração de afeto, assim como com os heterossexuais. Mas desde quando demonstrações de afeto são afrontas a sociedade? Corrupção, violência, seqüestros, acidentes, roubos, isso sim são totalmente fadiga com o os telespectadores. Porém, o que é novo sempre será encarado com preconceito.

Ao invés de evitar cenas de afetividade ou mesmo de beijos Gay na televisão, porque não usar essa “estratégia”, ou publicidade, para entornar a sociedade no que diz respeito à homossexualidade? Mostrar que tal afeição é algo extremamente normal entre a população de hoje, diminuiria em grande escala a violência contra os homossexuais.

Combater o preconceito e estimular a aceitação das diferenças através das mídias, diso sim eu sou a favor.

Carlos Augusto Pereira

3 comentários: